A profissão que atravessa os tempos

O Alfaiate

A palavra Alfaiate, assim conhecida na língua portuguesa, é derivada do árabe alkhayyát, do verbo kháta.
Entre as variações linguísticas dessa palavra são utilizadas as expressões:
• Tailor, na língua inglesa
• Tailleur, na França
• Sarto, na Itália
• Sastre, na Espanha (derivadas do latim sartor, sarcire, cujo significado é coser).

A profissão de um alfaiate vem de longe. Definida como uma das mais antigas do mundo, o termo em inglês tailor existe desde 1297. Nessa época a palavra definia a profissão como “cortador de tecidos”. Já a palavra em português vem do árabe alkhayyát, do verbo kháta que significa coser. De uma forma ou de outra, o papel do alfaiate como conhecemos agora surgiu junto com a tão falada Moda.

 ILUSTRAÇÃO DE 1821 (2)

 

Durante a idade média, a roupa era considerada como um meio de ocultar o corpo. Mas com o Renascimento veio a acentuação da forma humana. O manto solto, aquele uniforme padrão do período medieval tão facilmente construído a partir de uma única peça ou dois de pano, foi encurtado e apertado, e eventualmente cortado. Cortado e costurado em tentativas de trazer proeminente os contornos da forma humana. Este foi o nascimento de costuras e, de fato, da moda.

Essas tentativas de reconstruir o corpo humano em tecido exigiam uma crescente habilidade especialista e divisão do trabalho.Foi aí que o papel do alfaiate cresceu nas sociedades.

Chegando o início das sociedades, o tecido que o homem estava vestindo definia o seu status social – os guarda- roupas dos burgueses faziam parte dos bens da família.

GiovanniBattistaMoroni-Atailor_caNGLondon(98x75CM)(1570)

 

 

Era um luxo para poucos. E foi só depois do Renascimento, com uma preocupação maior em mostrar as formas do corpo, que o homem passou a dar valor tanto ao corte de uma roupa quanto ao tecido usado em sua construção. A partir daí, não era mais qualquer um que conseguiria confeccionar sua própria peça de roupa. Era preciso um estudo maior do corpo humano e mais de uma pessoa envolvida no processo. Foi aí que o papel do alfaiate cresceu nas sociedades – antes sua importância era a mesma que a de um tecelão.

O alfaiate precisava ter conhecimento de todo o processo de criação da roupa – mais ou menos o que esperamos de um estilista nos dias de hoje. Ele sabia quais ovelhas criar para conseguir a lã certa, direcionava o tecelão, sabia o valor que cada tecido tinha e entendia perfeitamente todas as proporções do corpo humano. Além disso, o alfaiate tinha contato direto com seus clientes e acabava fazendo parte de círculos sociais restritos e invejados por outros comerciantes. Acima de tudo, o alfaiate precisava saber ler, o que já o colocava em um patamar acima de outros comerciantes e o trazia mais perto da corte. Com isso, vinham grandes responsabilidades. Nesta época, o trabalho de um alfaiate não permitia erros. Se uma peça saísse errado o alfaiate tinha que pagar multas equivalentes a dez dias de trabalho, e a peça poderia ser confiscada.

146b688a515ac98dd17aa5bcda1ddd80

A história do terno executivo moderno, traje oficial de estadistas e homens de negócios ocidentais,  teve como berço esplêndido, a Versailles de Luís XIV, o Rei Sol. E a França virou o centro da moda. Era lá que tudo acontecia. A corte representava as primeiras passarelas e, assim como o rei, a elite passou a ostentar toda a sua riqueza nas roupas que usavam. Brocados, dourado, bordados e pedrarias tomavam conta das vestimentas. Tudo que se vestia lá era copiado no resto do mundo.   O ambiente era luxuoso e, não menos formal do que as salas de reunião de presidentes de grandes multinacionais. Foi lá, na morada real, em Versailles, onde habitavam cerca de 10 mil nobres que os alfaiates do Rei Sol – os melhores da Europa – tiveram a ideia de fazer a roupa básica do soberano, composta de casaca, colete e culotes, tudo no mesmo tecido. Três peças, daí a palavra “terno”.

O Terno

 

O terno esteve inicialmente relacionado ao ofício do alfaiate e à tradição da roupa feita sob medida, à qual era agregada um valor de luxo e requinte que ultrapassava o da boa aparência, valor este que se tornou o maior da cultura masculina contemporânea. Assim, mesmo com os avanços tecnológicos da indústria do vestuário o símbolo de boa aparência e elegância do terno masculino se mantêm no poder até os dias de hoje.

Outro dado importante sobre a permanência da alfaiataria vem da história do vestuário, cuja evolução tem sido entendida como um dueto entre o traje masculino e o feminino. A extensão de seu uso para as mulheres mostra uma trégua na relação dos papéis e traz à tona a grande discussão da androginia através da moda. A alfaiataria, usada pela mulher, é o grande marco da história do vestuário no séc. XX. Como roupa de mulher, o terno tailleur carrega consigo os mesmos valores de sensualidade e poder que estão neste traje como roupa masculina. E é esta a condição que mantém a alfaiataria no topo das questões históricas do vestuário.

Clássico tailleur da Chanel – o terno tailleur carrega consigo os mesmos valores de sensualidade e poder que estão neste traje como na roupa masculina

 

A profissão de alfaiate é das mais antigas do mundo. Desde os primórdios, no Egito, posteriormente na Grécia e Roma, durante a Idade Média e Renascença foi das mais importantes pela influência de seus exercentes no âmbito social dos que bem vestidos se apresentavam. A despeito da massificação existente em nossos dias, principalmente levando-se em conta a fabricação em série de roupas, continua essa operosa classe, alfaiates, a exercitar preponderante papel na sociedade.

 

NOVEMBRO AZUL

A Via Santony conscientiza seus colaboradores sobre a prevenção do câncer de próstata

Dia 11 de novembro, o café da manhã da Via Santony ganhou um tom azul. A fim de conscientizar os funcionários, principalmente os homens, sobre os riscos do câncer de próstata, formas de prevenção e as maneiras de diagnosticar a doença,  Antonio Trombeta fez uma abordagem sobre o assunto e a importância de se fazer o exame, principalmente a partir dos 40 anos. No final, cada colaborador recebeu um pirulito azul com o lacinho e bigode, símbolo do Novembro Azul.

funcionarios novembro azul VS

O câncer de próstata é o sexto tipo mais comum no mundo e o de maior incidência nos homens. Quando diagnosticado e tratado no início, tem os riscos de mortalidade reduzidos. No Brasil, é a quarta causa de morte por câncer e corresponde a 6% do total de óbitos por este grupo.

 

homens azul royal

Via Santony 2

 

A

ACONTECEU EM OUTUBRO

A IMPORTÂNCIA DAS RELAÇÕES INTERPESSOAIS

A Via Santony aposta nas relações interpessoais e acredita que um bom relacionamento empresa-funcionário faz toda a diferença no ambiente profissional e por este motivo busca valorizar seus funcionários por meio de programas internos, atividades em conjunto e pequenos gestos que façam toda a diferença.

Uma ação mais informal oferece uma oportunidade para que os colaboradores possam fortalecer os laços entre si, em um ambiente descontraído. É uma situação em que as pessoas deixam de lado o estresse. Bons exemplos são as lembranças em datas especiais, como o dia das crianças. Também fazem parte desse calendário as ações em épocas de conscientização, como outubro rosa, novembro azul etc.

Antonio Trombeta, tem ainda como missão dividir seus conhecimentos com outros empresários do setor de confecção, “Este é um segmento que sempre irá crescer, porque entendemos que é tempo de valorizar pessoas, de somar e dividir experiências.”

Veja abaixo os eventos Via Santony que marcaram o mês de outubro.

 

1- Projeto “Veja Via Santony” recebe a visita de empresários

Via Santony visita 1

No dia 13 de outubro, empresários do setor de confecção estiveram na fábrica da Via Santony, em São Bernardo do Campo. A visita teve como objetivo, além de conhecer a estrutura e atribuições de uma grande confecção, agregar mais conhecimentos graças à grande experiência em gestão e empreendedorismo de Antonio Trombeta, Toninho, que conduziu a visita pelas instalações da fábrica. Entre inúmeras dicas, Toninho enfatizou o comprometimento de promover a competitividade e o desenvolvimento dos pequenos negócios.

Um dos empresários, Paulo, disse que “poder conhecer as instalações, o seu funcionamento e a história da Via Santony, foi enriquecedor. Eles têm uma ótima estrutura, são bastante organizados e contam com profissionais altamente preparados para atender seus clientes, uma tarde diferente e proveitosa.”

Para Antonio Trombeta, que abriu a porta de sua fábrica, “um dia como esse fortalece os laços entre eles, estimula o espírito empreendedor, amplia os horizontes.”

O principal objetivo de Toninho é promover esse tipo de ação para estimular o desenvolvimento de empresas de micro e pequeno porte, fazendo-as conhecer as políticas de desenvolvimento, a aplicação de novas tecnologias e o conhecimento do mercado.

2- Outubro Rosa – manifesto de acolhimento à causa

Via Santony visita 2

 A família Via Santony acha de extrema importância que as empresas conscientizem seus funcionários sobre questões de saúde em geral.

Uma ação simples em que todos os nossos funcionários vestiram a cor rosa como prova de nossa reflexão sobre a importância de lembrar da prevenção, especialmente no caso do câncer de mama.

É importante lembrar a data, abraçar a causa, mas é mais importante ainda lembrar as mulheres de fazer o autoexame.

 

 3- Dia das Crianças – trazendo a alegria para a empresa

Via Santony visita 3

A Via Santony, uma das principais empresas brasileiras de confecção, comemorou o “Dia das Crianças” com decoração especial, varal de fotos da infância, muita alegria, comes e bebes durante a hora do almoço e foi um sucesso, todos adoraram.
Com relação a iniciativa, Antonio Trombeta, explica: “Os nossos colaboradores abrem mão de um tempo precioso de suas vidas para se dedicarem às atividades corporativas, por isso é justo que possam ter um tempo de lazer dentro do local de serviço. Esta proposta representa nosso comprometimento com o bem-estar dos funcionários.”
Via Santony visita4

 

VIA SANTONY – EM APOIO À CULTURA

Projeto “Veja Via Santony” recebe a visita de alunas  do Senac SBC

Via Santony visita 1

A fábrica Via Santony recebeu a visita de alunas do Curso de Costura do SENAC SBC. O Projeto “Veja Via Santony” visa fortalecer a relação entre a comunidade e instituições que tenham como finalidade promover a educação cidadã.

Antonio Trombeta, que começou como uma pequena alfaiataria até se tornar uma das principais empresas de trajes masculinos do Brasil, diz “Trilhamos o caminho da responsabilidade social, do meio ambiente e do apoio à cultura, vemos isso como algo muito importante tanto para o futuro da empresa como do Brasil”.

Via Santony visita 2
No encontro, as alunas tiveram a oportunidade de conhecer e vivenciar todo o processo de confecção.
Toninho destaca que a participação destas futuras profissionais da moda é sempre muito produtiva. “As alunas estão concluindo o curso, e, por isso, foi de extrema importância vivenciarem na prática o conteúdo visto em sala de aula. É sempre muito importante abrir as portas da Via Santony para que estudantes possam estar aqui, conhecendo mais de perto cada etapa do trabalho. Desejo que levem essa experiência para as suas vidas”, disse.

FESTA JUNINA ANIMA OS FUNCIONÁRIOS DA VIA SANTONY.

O Evento contou com comidas típicas, dança, muita música e foi realizado nas dependências da fábrica.

2  festa junina VS - toninho

Uma festa junina organizada pelos próprios funcionários da Via Santony quebrou a rotina e animou à todos os presentes. O grupo montou uma grande mesa no refeitório e cada um dos funcionários levou um prato típico das festas juninas caipiras. Todos aproveitaram o evento vestidos como caipiras e muitos dançaram a quadrilha com direito ao tradicional casamento com a benção de Toninho, Antonio Trombeta, que incorporou um padre muito bem humorado.

3  festa junina VS - comida

Segundo Toninho, a festa junina realizada no local é um evento importante para integração funcionário-empresa, “Há vários dias houve uma expectativa, uma preparação para esse dia, desde o ensaio da quadrilha até o preparo dos alimentos, este momento tem o intuito de divertir, sair um pouco dos padrões”, destacou.

5  festa junina VS - toninho

A funcionária Silvia Carla Barboza, falou sobre a alegria em participar da festa. “A festa foi muito boa e motiva a gente. Fiquei feliz em ter a oportunidade de aproveitar esse momento de diversão junto com meus colegas”, afirmou.

4  festa junina VS - comida

Silmara Trombeta, destaca a importância destes tipo de evento dentro da fábrica. “Eu gostei bastante, a festa foi bem organizada, animada e bem colorida. Eu acho muito importante esta interação por ser uma oportunidade de confraternização, isto só tende a enriquecer a nossa convivência”.

TRAJES MASCULINOS VIA SANTONY

BAZAR DE DESCONTOS PARA VOCÊ RENOVAR SEU ESTOQUE.

Um café colonial e ótimas oportunidades de compras esperam por você dia 03 de Agosto, quarta-feira, em nosso Bazar de Trajes Masculinos Via Santony. E você é nosso convidado especial para obter grandes descontos  em nossos trajes de coleções anteriores disponíveis em nosso Bazar, além de poder conhecer o interior de nossa fábrica, todo o processo de confecção e os últimos lançamentos de trajes masculinos e tecidos.

Esperamos por você!

QUANDO

Dia 03 de Agosto de 2016

das 9h às 16h

ONDE

Rua Alfredo Bernardo Leite, 472
Taboão
S. Bernardo do Campo – SP

Trajes masculinos Via Santony com até 50% de desconto

BAZAR VIA SANTONY

Você é o convidado especial da Via Santony para obter descontos incríveis  de até 50% em  traje masculinos de coleções anteriores disponíveis no Bazar Via Santony.

Um café colonial e ótimas oportunidades de compras esperam por você.

 

VS Bazavitrinr

 

 

QUANDO

Dia 20 de Julho de 2016

das 9h às 16h

ONDE

SHOWROOM

R. São Caetano, 122 – Luz,

São Paulo – SP,

CEP: 01104-001

Como conservar suas roupas

INGREDIENTES:
– Amaciante, pré-lavagem, removedor sem cheiro e eliminador de odores.

MODO DE PREPARAR:
Diluir as mesmas proporções em água.

MODO DE USAR:
Umedeça um pano com o preparo para que fique úmido, limpe seu traje por dentro e por fora, coloque para secar do lado avesso. Pronto, sua roupa estará sempre conservada e sem cheiro.

Cuidados com a Roupa

01

Para que suas roupas tenham maior durabilidade, aconselha-se usar sabão neutro, não colocar em máquina ou tanquinho e secar na sombra.

02

Ao passar suas roupas, use ferro morno colocando sempre um pano úmido sobre a mesma para evitar o brilho que poderá surgir no atrito com o ferro.

03

Evite passar roupas já usadas ou sem lavar, a temperatura do ferro fixa para sempre manchas que possam existir na peça.

04

Utilize o cabide certo. Paletós e blasers por exemplo devem ser pendurados em cabides com ombro largo evitando assim
que fiquem marcados.